9 diretores latinos que caminharam no tapete vermelho

Com histórias fortes e grandes talentos eles conseguiram capturar a atenção do Oscar®

Hollywood, a meca do cinema, está repleta de produções bem-sucedidas com orçamentos milionários.  A indústria do cinema norte-americano é enorme e o público está acostumado a certo tratamento das histórias, um ritmo especial na edição e caras conhecidas na tela. Por isso, conquistar a atenção da Academia de Artes e Ciências da América Latina é algo para destacar.

Quem são os nove diretores do cinema considerados para um Oscar®?

#1 Guillermo del Toro colocou Hollywood aos seus pés com seu recente filme: "The Shape of the Water". O diretor nascido em Guadalajara tem uma grande trajetória na indústria e não é a primeira vez que transita no tapete da premiação. Seu novo filme compete em 13 categorias, entre elas "Melhor Diretor" e "Melhor Filme", com uma história de amor incrível entre uma faxineira muda e uma estranha criatura de laboratório.

#2 Sebastián Lelio do Chile chega a comemoração do cinema com "Una mujer fantástica", filme em que compete na categoria "Melhor Filme Estrangeiro". A história expõe os preconceitos e rejeições que sofre uma mulher transexual quando seu parceiro morre. "Em momentos como este onde existe tanta adversidade e sofrimento no mundo, espero que possamos encontrar nas experiências dos outros a coragem e a inspiração para mudar as coisas", afirmou a Agencia EFE Lelio.

#3 Carlos Saldanha do Brasil junta-se a competição com "O Touro Ferdinando", um filme de animação para crianças na qual um touro reúne dos estereótipos e não teme mostrar sua sensibilidade. Saldanha é um diretor muito experiente responsável por vários títulos famosos como "Rio", "Rio 2", "Ice Age", "Ice Age 2", e muitos mais!

#4 Pablo Larrain do Chile viu como sua produção "No" chegou a consideração da Academia no ano 2013 para competir na categoria "Melhor Filme Estrangeiro". A partir desse momento, sua corrida começou a chamar a atenção da indústria e foi convocado para dirigir "Jackie" (por Jacqueline Kennedy Onassis). O filme não é apenas um ícone norte-americano, como também um dos momentos mais dramáticos da história do país: o assassinato do presidente Kennedy.

#5 O argentino Juan José Campanella levou para as telonas o romance "El secreto de sus ojos" de Eduardo Sacheri com um domínio excepcional o filme ganhou a estatueta dourada como "Melhor Filme Estrangeiro" em 2009. O diretor tinha participado da mesma categoria em 2001 com "El hijo de la novia" e é um reconhecido diretor na indústria dos Estados Unidos que participou de clássicos da televisão como "Dr. House", "Law & Order", "30 Rock", entre outros.

#6 Alejandro González Iñárritu tem as mãos ocupadas com tantos prêmios Oscar®! Depois de ser indicado em 2007 por "Babel", seu ano foi 2015 quando por "Birdman or (The Unexpected Virtue of Ignorance)" subiu três vezes no palco para receber a estatueta como "Melhor Filme", "Melhor Direção" e "Melhor Roteiro Original". Com "The Revenant" não levou apenas novamente o prêmio como diretor, mas também conseguiu que Leonardo DiCaprio ganhasse seu primeiro Oscar® como "Melhor Ator".

#7 Damián Szifrón também concentrou os olhares de Hollywood quando "Relatos Salvajes" foi considerado para "Melhor Filme Estrangeiro" em 2015. Embora não tenha levado o prêmio para casa, o diretor se instalou nos Estados Unidos onde seu nome ronda diferentes megaproduções como "Justice League Dark".

#8 Alfonso Cuarón é outro mexicano que se atreveu a contar histórias diferentes e impactantes o que lhe rendeu vários filmes como "Y Tu Mamá También" e "Children of Men". Seu ano foi 2014 quando com "Gravity" ganhou dez indicações ao Oscar® e levou sete, entre eles o prêmio de "Melhor Diretor".

#9 Fernando Meirelles surpreendeu o público de todo mundo com um filme cru e real como "Cidade de Deus". O filme explora de uma forma criativa e nova a trágica história de uma série de personagens nas favelas do Rio de Janeiro. Embora fosse indicado em quatro categorias, não ganhou nenhum Oscar®. De qualquer forma, foi um grande impulso para Meirelles e o cinema brasileiro que continuou crescendo e entregou produções excelentes.

Será este o ano de Guillermo del Toro? Não perca a entrega do Oscar® dia 4 de março no TNT.
por TNT
Tags oscar®