A música também foi premiada no Globo de Ouro

"The Theory of Everything" venceu como Melhor Trilha Sonora. "Selma" foi a Melhor Canção Original.

No segundo prômio da noite da 72ª entrega do Globo de Ouro, Jóhann Jóhannsson venceu na categoria Melhor Trilha Sonora por "The Theory of Everything". Dessa forma, ele terminou desbancando Alexandre Desplat (The Imitation Game), Trent Reznor y Atticus Ross (Gone Girl), Antonio Sanchez (Birdman) e Hans Zimmer (Interstellar).

A belíssima Sienna Miller e o engraçadíssimo Vince Vaughn anunciaram o vencedor que subiu ao palco do Beverly Hilton Hotel, onde agradeceu o prêmio outorgado pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood. Segundo suas próprias palavras: "É uma grande honra. Com um material como 'The Theory of Everything' meu trabalho ficou muito mais fácil (...). Quero dividir isto com os músicos e técnicos que ajudaram a compor a trilha sonora.

Já John Legend e Common venceram na categoria Melhor Canção Original com o "Glory" de "Selma". Eles foram os eleitos pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, siglas em inglês) desbancando Lana Del Rey e Daniel Heath ("Big Eyes" em "Big Eyes"); Patti Smith y Lenny Kaye ("Mercy Is" em "Noah"); Greg Kurstin, Will Gluck e Sia ("Opportunity" em "Annie"); e Joel Little e Lorde ("Yellow Flicker Beat" em "The Hunger Games: Mockingjay - Part 1").

Dado TNT: Em "The Theory of Everything", além dos direitos do uso de voz, Stephen Hawking permitiu que os produtores usassem sua medalha da Liberdade e sua monografia assinada como elementos da cenografia.
por Alejandro Cusa