Alfonso Cuarón faz história no Oscar

O mexicano se tornou o primeiro latino a receber um Oscar de Melhor Direção

Alfonso Cuarón pisa forte e faz história em Hollywood e no mundo. Graças ao seu genial filme "Gravity", ele se tornou o primeiro latino-americano a receber um Oscar na categoria Melhor Direção, evento que foi transmitido pelo TNT para toda a América Latina. O mexicano desbancou os diretores David O. Russell (American Hustle), Alexander Payne (Nebraska), Steve McQueen (12 Years a Slave) e o grande Martin Scorsese (The Wolf of Wall Street), confirmando as apostas que o tinham como o vencedor.

Em conversa com o TNT, o mexicano, diretor de filmes como "Y Tu Mamá También" e "Harry Potter e o Prisioneiro De Azkaban" reconheceu que o sucesso do filme estrelado por Sandra Bullock foi uma surpresa. Do seu ponto de vista, "é uma produção intimista", e colocar o filme na categoria de blockbuster "foi uma feliz coincidência".

"Gravity" conta com Sandra Bullock na pele da doutora Ryan Stone, uma brilhante engenheira em sua primeira missão num ônibus espacial. Nesta viagem, ela é acompanhada pelo astronauta veterano Matt Kowalsky (George Clooney), no comando do seu último vôo antes de sua aposentadoria. Entretanto, o que parecia ser um vôo de rotina se transforma num grande desastre de enormes proporções.  O ônibus é completamente destruído, deixando os dois sozinhos e lutando pela sobrevivência. 

Dado TNT: Antes de Cuarón, apenas três latinos tinham sido indicados ao Oscar de Melhor Direção: Héctor Babenco, Fernando Meirelles e Alejandro González Iñárritu.
por Alejandro Cusa
Tags oscar oscars