Cannes: "Grace of Monaco" não convenceu a crítica

O filme estrelado por Nicole Kidman esteve envolvido em polêmicas no último ano.

Nesta quarta-feira começou a 67ª edição do Festival de Cannes, evento cinematográfico mais respeitado do mundo. A abertura aconteceu com o super aguardado "Grace of Monaco", filme dirigido por Olivier Dahan e estrelado por Nicole Kidman que, longe de gerar aplausos – além das polêmicas prévias com a família de Mônaco- provocou indiferença na sala de projeção. 

Mesmo sabendo que não tinha agradado a crítica, o diretor explicou durante a coletiva que sua intenção nunca foi fazer uma biografia. "O filme fala de cinema porque estamos contando a história de uma atriz que escolhe o papel de princesa". Ao mesmo tempo, a australiana lamentou os desentendidos com a família Grimaldi e disse se sentir "triste com a reação deles. O filme não tem más intenções, mas não é uma novela. A essência é verdadeira, mas tem licenças artísticas. Entendo os filho queremos proteger seus pais".

Na sinopse do longa-metragem o Príncipe Rainiero se casa em 1956 com Grace Kelly, no auge da sua carreira no cinema. Seis anos mais tarde, o casal passa por sérios problemas e Alfred Hitchcock propõe à atriz voltar para Hollywood e fazer o papel de Marnie em sua próxima produção. Neste momento, a França ameaça anexar Mônaco, país desgastado com o fato dos franceses se aproveitarem do paraíso fiscal. Indecisa, a Princesa terá que escolher entre seu amor pela arte e seu dever se ser uma alteza, a Princesa Grace de Mônaco.

Dado TNT: Nicole Kidman disse numa recente entrevista que nasceu no Havaí e seu nome verdadeiro é Hokulani. 
por Alejandro Cusa
Tags cannes

PUBLICIDADE