Marion Cotillard volta a fascinar Cannes

A francesa é a protagonista de "Deux Jours, Une Nuit", drama social dos irmãos Dardenne

Nesta terça, Cannes se rendeu novamente aos pés de Marion Cotillard, anteriormente premiada no festival com o Trophée Chopard de Revelação Feminina e que agora estrela "Deux Jours, Une Nuit", drama social dos premiados irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne. O filme segue os passos de Sandra, que com ajuda do marido tem um fim de semana para convencer os colegas de trabalho a renunciarem um bônus de 1.000 euros para que ela possa permanecer no emprego.

A produção que compete à Palma de Ouro na Costa Azul também recebeu um forte aplauso em sua primeira projeção, abordando uma temática que toca fundo em todos aqueles que passam por uma crise econômica, algo que, nas palavras de um dos seus diretores, "não favorece a solidariedade", mas que tão pouco provoca a sua extinção. Ao mesmo tempo, disseram que o filme é "uma alegoria de como a solidariedade que Sandra encontra nesses dois dias e meio é capaz de transformá-la". 

Ao mesmo tempo, Cotillard comentou sobre a experiência de ser dirigida pelos irmãos Dardenne e confessou que "me deixei embarcar pelo mundo deles". "Foi uma experiência transformadora, enriquecedora e uma das mais incríveis que já tive no cinema, se não for a maior", disse a atriz vencedora do Oscar de Melhor Atriz por "La Vie en rose".

Dado TNT: Os Dardenne ganharam a Palma de Oro pelos filmes "Rosetta" e "L'enfant".
por Alejandro Cusa
Tags cannes