Matthew, super-herói ou vilão?

O vencedor do Oscar leu diversos roteiros antes de decidir entrar para esse universo. Agora, ele pode ser protagonista

Os filmes de super-heróis estão no auge há muito tempo e vão permanecer assim até pelo menos no ano de 2020. Por isso não será surpresa ver figuras consagradas de Hollywood fazendo parte desse universo de capas e poderes especiais que, além de provocar a admiração de milhões de fãs, aumentam substancialmente as contas bancárias dos atores. Um dos últimos astros a se render a este mundo é Matthew McConaughey, o galã das comédias românticas que abandonou esse estereótipo há dois anos para brilhar em "Clube de Compras Dallas" (Dallas Buyers Club), filme que saiu consagrado com o Oscar de Melhor Ator.

O ator nascido no Texas disse numa recente entrevista que esteve com vários roteiros em mãos e que estaria disposto a aceitar um papel caso se identifique com a história. "Li alguns roteiros da Marvel e da DC e tive algumas reuniões, mas não darei mais detalhes. (Até o momento) Ainda nenhum foi escolhido, mas quero muito fazer parte disto", comentou.

Depois destas declarações, começou a circular um rumor de que ele estaria querendo fazer um personagem diferente, um vilão. Aparentemente, poderia ser Norman Osborn, o clássico inimigo do Homem-Aranha, no relançamento do filme individual do herói, depois de uma breve participação em "Captain America: Civil War". Este filme que poderia se chamar "Spider-Man: The New Avenger" e "Spectacular Spider-Man" teria data de estreia marcada para 28 de julho de 2017, depois do acordo entre a Sony e o estúdio marveliano, e supostamente com Asa Butterfield no papel de Peter Parker.

Dado TNT: Matthew McConaughey está rodando "The Free State of Jones" e "Kubo and the Two Strings", dois filmes que devem estrear no próximo ano.
por Alejandro Cusa

PUBLICIDADE