O que quer fazer Craig depois de "SPECTRE"?

A pesar de ter falado que não voltaria o ator não pode se despedir de Bond

Passou uma década desde que coloco nas costas o desafio de interpretar o agente 007 ignorando as vozes que se incomodavam com a mudança. Hoje, praticamente identificado com esse personagem, Daniel Craig acompanha o lançamento de "SPECTRE" com sentimentos mistos. Depois de garantir dramaticamente que cortaria os pulsos antes de voltar a ser James Bond, hoje pode parar e refletir: "Isso são coisas que se dizem. Acabava de terminar a rodagem do filme fazia apenas quatro dias e eu disse isso eu estava exausto. E acredito que tenho direito de mudar de opinião".  

Quem esta convencida de que haverá um quinto filme com este Bond é a produtora Barbara Broccoli, filha do histórico produtor dos filmes do agente, que declarou enfaticamente: "Daniel é nossa arma secreta. Não há mais quer ver o filme para compreender seu compromisso. Suponho que quando disse isso estava brincando. Eu não tenho intensão de deixa-lo ir. Não aceito que seja seu ultimo filme". Será difícil convence-lo? A principio, Craig abandonou sua postura terminal e disse que tem tempo para pensar bem.
 

A verdade é que o ator recorda a rodagem de "SPECTRE" como uma experiência esgotante. "Foram nove meses de rodagem longe de casa e da minha família, e mais três ou quatro meses de preparação previa e, antes disso, um ano de roteiro. No total, dois anos de trabalho. Além disso, no processo machuquei a perna e tive que passar por uma cirurgia", o ator não duvidou em afirmar que "ser um Bond dói muito, mas é uma dor prazerosa".
 

Dado TNT:
Sam Mendes sim colocou um ponto final a direção da saga e também apoia o retorno de Daniel Craig em uma próxima aventura. 
por TNT