O roteiro de "Fantastic Beasts and Where to Find Them" é comovente

Foi o que disse o ator Eddie Redmayne

Este ano estreia no cinema "Animais Fantásticos e Onde Habitam" (Fantastic Beasts and Where to Find Them), spin-off da saga de "Harry Potter" estrelada pelo vencedor do Oscar® Eddie Redmayne. Em entrevista à imprensa, o ator não poupou elogios a J.K. Rowling e seu roteiro - que marca sua estreia como roteirista no cinema.

 O ator londrino reconheceu que "não duvidei da minha vontade de fazer o filme. Depois de ler o roteiro minha mente voou. Eu estava emocionado". Além disso, confessou que "fiquei entusiasmado e achei muito divertido, um 'thriller' romântico. No final, me senti profundamente comovido". A produção é dirigida por David Yates e estreia 18 de novembro.

 O filme segue os passos do excêntrico especialista em seres mitológicos, Newt Scamander. Ele chegará à cidade de Nova York com sua mala antiga que, na verdade, é um recipiente para colecionar criaturas estranhas encontradas pelo mundo. Nesta viagem, descobrirá que a comunidade mágica americana anda se escondendo dos muggles (conhecidos na América como No-Maj) - dado que as consequências de mostrar os poderes deles em público são bem pior do que no Reino Unido. Durante o filme, veremos o que acontece quando algumas criaturas escapam da mala do mago inglês e colocam os pés no novo continente.

 O diretor David Yates e a escritora J.K. Rowling, que também é roteirista do filme, explicaram algum tempo atrás que este longa-metragem não é uma prequela nem uma sequência da história de Harry Potter. A trama desta produção irá acontecer sete décadas antes de ele nascer. Lembrando que participam do elenco Eddie Redmayne (Newt Scamander), Colin Farrell (Graves), Ezra Miller (Credence), Samantha Morton (Mary Lou), Katherine Waterston (Tina), Dan Fogler (Jacob), Alison Sudol (Queenie), Jenn Murray (Chastity) e Faith Wood-Blagrove (Modesty). 

Dado TNT: J.K. Rowling esclareceu na semana passada que "Harry Potter and The Cursed Child" não será publicado como um romance, mas como um texto da peça de teatro.
por Alejandro Cusa