"Timbuktu" surpreende no primeiro dia de competição em Cannes

O aspirante a Palma de Oro parece ter conquistado a crítica e o público.

O primeiro dia de competição do Festival de Cannes, "Timbuktu", filme do mauritano Abderrahmane Sissako que concorre a Palma de Oro, conquistou o apoio da crítica e do público pela cruel visão de uma cidade tomada por extremistas e terroristas islâmicos em 2012. Através da humilhação e dos atos de personagens multifacetados, a produção conta o combate silencioso e digno de homens e mulheres. O futuro incerto de crianças que viram como de um dia para o outro um regime os obrigou ao uso do véu islâmico, proibindo a música, o esporte e o fumo.   

Logo depois da projeção, emocionado, o diretor contou que o projeto começou com a ideia de ser um documentário, mas terminou sendo uma ficção quando colocaram os pés no inferno de Mali. "Fazer este filme não é um mérito. Os verdadeiros heróis foram os que viveram essa situação. Lideraram uma luta silenciosa, a luta do ser humano". Logo, concluiu: "Timbuktu não foi libertada pelo exército. A verdadeira liberdade foi conquistada pelos que ficaram lá, no dia a dia, entoando mentalmente uma música que não deixaram de cantar, os que dançavam sem se mexerem, os que jogaram futebol sem bola porque era proibido". 

Entretanto, este não foi o único filme que provocou aplausos na Costa Azul. "Mr. Turner", do britânico Mike Leigh, ganhador da Palme d'or em 1996 com "Secrets & Lies", também foi super bem recebido. O filme conta a história do romântico Joseph Mallord William Turner, pintor apreciado e tripudiado pela sociedade de sua época, interpretado por Timothy Spall, e a mudança que sofre depois da morte do seu pai e o tropeço com Mrs Sophia Caroline Booth.

Sobre o personagem, o diretor fez o seguinte comentário: "Foi um grande pintor, sublime, radical. Foi muito fácil criar um conteúdo interessante a partir da vida de um homem tão fascinante". "Para mim este filme tinha que mostrar toda a sua genialidade. Os gênios costumam serem pessoas estranhas. Às vezes, são feios ou pouco sociáveis, e muitas vezes adoráveis... Para nós esse homem era uma espécie de símio, mas com uma alma bela e poética", agregou Spall.

Dado TNT: Nesta sexta serão exibidos "The Captive", de Atom Egoyan, e "Winter Sleep", de Nuri Bilge Ceylan.
por Alejandro Cusa
Tags cannes