"Wolverine 3" fica violento

A história do mutante mais querido da franquia irá aprofundar seus aspectos mais sombrios

O mundo treme e os super-heróis se multiplicam nas telonas. Faz tempo que esperamos notícias de "Wolverine 3" e essa semana soube-se que o filme poderia ter qualificação R, permitido para maiores de 18 anos. Por quê? O enredo do filme que encerra a trilogia sobre o personagem poderia se basear em um comic com um perfil mais violento e sombrio.

Hugh Jackman ama o filósofo companheiro que o levou a ganhar reconhecimento mundial. Mas o ator disse que é hora de dizer adeus e quer se despedir do grande. O produtor e roteirista Simon Kinberg comentou: "É um filme violento, é uma espécie de faroeste. É muito cool, é diferente". Além disso, acrescentou dados mais interessantes como o filme que estará situado no futuro e que Patrick Stewart poderia estar nele.


Quer mais? Pois, Kinberg também confessou que a rodagem começou e é extraordinária: "É um Wolverine muito radical, atrevido, diferente do qual tinham visto em qualquer um dos filmes anteriores". Uau! Ele disse tudo, Wolverine não deixa de nos surpreender e nesta sequência promete nos deixar de boca aberta. Bem-vinda à nova qualificação que vai permitir complicar o enredo para a felicidade de todos os fãs.
 

Dado TNT:
James Mangold retorna como diretor para esta terceira parte.
por TNT